Professora Josiane Grolli Brizolla

Professora Josiane Grolli Brizolla

A leitura exerce um grande papel na sociedade, pois, é através dela que o sujeito adquire conhecimentos e amplia sua visão de mundo, mas para isso é preciso que o gosto pela leitura inicie-se ainda na infância através da literatura infantil. Com seu caráter lúdico, proporciona uma verdadeira viagem pelo mundo da fantasia, beleza e emoção. Ao apresentarmos a leitura para os educandos de uma forma dinâmica, descontraída e prazerosa, no intuito de desmistificar que este ato seja, algo chato e cansativo ou que é realizada por cobrança da parte dos educadores pode-se afirmar que “A Hora do Conto” acontece semanalmente nas escolas de rede municipal de ensino com o objetivo de aguçar e ampliar o interesse pela leitura de um modo geral. A forma na qual são narradas oralmente ou apresentadas as histórias pelos  educadores tem como finalidade primordial despertar nos educandos o interesse maior para explorar o fantástico  mundo mágico da leitura ainda mais cedo,bem como estimular o gosto e o prazer por este mundo da imaginação. A literatura infantil é fundamental para a formação da criança. Ler e contar histórias é uma forma de desenvolver o gosto pela fantasia, incentivando aspectos que dizem respeito ao seu potencial criativo. “O gosto literário da criança pode ser estimulado  introduzindo o livro, desde cedo, nas suas brincadeiras. Quando a criança ainda não lê, é bom que alguém lhe conte histórias. Poderá ser o primeiro passo para que mais tarde a criança tenha o gosto pela leitura. (Silveira 1996). As histórias formam o gosto pela leitura. Quando a criança aprende a gostar de ouvir histórias contadas ou lidas, ela adquire o impulso inicial que mais tarde a atrairá para a leitura. O exercício de contar histórias possibilita debater importantes aspectos do dia-a-dia das crianças. Contar histórias é também uma forma de ensinar temas éticos e de cidadania e de propiciar um mundo imaginário que encanta a criança. Não temos duvida que a escola é o campo fértil para se produzir e despertar o gosto pela leitura e se a leitura do mundo precede a leitura da palavra, estimular o imaginário da criança através da hora do conto no âmbito escolar pode ser um bom começo. Para (ABRAMOVICH, 1993, p.17). “Ouvir histórias é muito importante na formação de qualquer criança, é o início da aprendizagem para ser um leitor e, tornar-se um leitor é começar a compreender e interpretar o mundo”. Por isso precisamos “[…] ler histórias para as crianças, sempre, sempre…”. Portanto, é comprobatório que o desenvolvimento da hora do conto é fundamental para transformar pessoas em seres pensantes, críticos e com coragem e capacidade de enfrentar a sociedade. Indubitavelmente, a hora do conto destina-se a divulgar a leitura, estimular o gosto pela mesma, proporcionando, às crianças em particular, momentos de alegria, descontração e desenvolvimento intelectual, facilitando assim a aprendizagem e o amadurecimento do educando.