EDUCAÇÃO COMO PRÁTICA DE LIBERDADE

Paulo Freire

Paulo FreireEscrita quando o autor se encontrava no exílio, a obra reflete a maturação e a autocrítica, sendo o primeiro texto a refletir sobre suas experiências pedagógicas. Paulo Freire não deixa dúvidas quanto à concepção de educação: defende ardorosamente a pedagogia conscientizadora como força de mudança e libertação. Neste primeiro livro, publicado em 1967, Paulo Freire detalha as complexas relações do homem com o mundo e a forma de utilizá-las na verdadeira educação: aquela que o liberta de sua condição de oprimido e o insere como força transformadora na sociedade. Afirmando que devem ser superados os discursos ocos e o verbalismo vazio e que deve ser instaurada a pedagogia que começa pelo diálogo, pela comunicação e por uma nova relação humana que possibilite ao próprio povo a elaboração de uma consciência crítica do mundo em que vive, educação como prática da liberdade define as bases de um processo pedagógico fundamentado em duas práticas: conhecimento e transformação.

Páginas: 192
Editora: Paz e Terra
Assunto: Educação

 

PARA ONDE VAI A EDUCAÇÃO

Jean Piaget

Jean PiagetPara Jean Piaget, a preparação dos professores constitui fator essencial à reforma pedagógica. Não adiantam belos programas e belas teorias. É necessária uma formação universitária completa para os docentes de todos os níveis. “Quanto mais jovens os alunos, maiores são as dificuldades de um ensino levado a sério.”

Páginas: 128
Editora: Jose Olympio
Assunto: Educação/Psicologia

Dica de Livro Infantil

O PEQUENO PRÍNCIPE

Antoine Saint-Exupéry

Pequeno Príncipe
O Pequeno Príncipe é o título do livro do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry (1900), publicado em 1943. Narra a história do Pequeno Príncipe, herói de uma fábula, que sonhava um dia voar, virou piloto de avião e passou a reinar pelos céus, visitando os planetas e fazendo “amigos”. Repleto de elementos fantásticos, o livro ensina as crianças que somos responsáveis por aquilo que cativamos.

Anúncios