Início

Homenagem aos Professores – Escola Ulmerindo Machado (2013)

Deixe um comentário

Educadoras recebendo o presente do Dia dos Professores. Um ótimo livro. Os professores devem estar em busca de conhecimento diariamente, e nada como um bom livro de Oliva Roani, para refletirem.

Educadoras recebendo o presente do Dia dos Professores. Um ótimo livro. Os professores devem estar em busca de conhecimento diariamente, e nada como um bom livro de Oliva Roani, para refletirem.

Construção de barco com a turma da pré-escola, para apresentação no dia dos professores.

Construção de barco com a turma da pré-escola, para apresentação no dia dos professores.

Jantar de comemoração das professoras da Escola Ulmerindo Machado, com relação ao Dia do Professor.

Jantar de comemoração das professoras da Escola Ulmerindo Machado, com relação ao Dia do Professor.

Conhecendo alguns fatos da história referente aos professores:

 

Leon Tolstoi, autor de “Guerra e Paz”, escreveu cartilhas de alfabetização para crianças e camponeses russos. Foi por causa de suas preocupações sociais que abriu, em 1859, uma escola em sua propriedade rural para os filhos dos servos. Além disso, produziu cartilhas de alfabetização que fizeram grande sucesso na Rússia.

Dia do Professor, como surgiu?

Deixe um comentário

dia-do-professor

Histórias do surgimento da data comemorativa

Dia 15 de outubro comemora-se o Dia do Professor, em todo o Brasil. Mas você sabe qual o motivo da comemoração nesta data específica? A resposta vem do Brasil Imperial. No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava basicamente da descentralização do ensino, do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até sobre como os professores deveriam ser contratados.   

A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi a de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje, ensino fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc) para a economia doméstica.

Cento e vinte anos depois do decreto, em 1947, um professor paulista teve a ideia de transformar a data em feriado e iniciou a tradição de homenagear os professores no dia 15 de outubro, em referência ao decreto de D. Pedro I. A ideia surgiu porque o período letivo do segundo semestre escolar era muito longo, ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo o período. Cansados, literalmente, um pequeno grupo de quatro educadores, liderados por Samuel Becker, teve a ideia de organizar um dia de folga, para amenizar a estafa. O dia também serviria como uma data para se analisar os rumos do restante do ano letivo. Foi então que o professor Becker sugeriu que esse encontro acontecesse no dia 15 de outubro.

A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça de professores e alunos, que levavam doces de casa, para uma pequena confraternização. O discurso do professor Becker, além de ratificar a idéia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase “Professor é profissão. Educador é missão”.

A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Fonte: Secretaria de Educação do Estado de São Paulo

dia-do-professor1

Dia do Professor – 15 de Outubro

Deixe um comentário

Homenagem aos Professores pela passagem do seu Dia da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e organizadores do informativo.

O Valor de ser Educador “Ser transmissor de verdades, De inverdades… Ser cultivador de amor, De amizades. Ser convicto de acertos, De erros. Ser construtor de seres, De vidas. Ser edificador. Movido por impulsos, por razão, por emoção. De sentimentos profundos, Que carrega no peito o orgulho de educar. Que armazena o conhecer, Que guarda no coração, o pesar De valores essenciais. Para a felicidade dos “seus”. Ser conquistador de almas. Ser lutador, Que enfrenta agruras, Mas prossegue, vai adiante realizando sonhos, Buscando se auto-realizar, Atingir sua plenitude humana. Possuidor de potencialidades. Da fraqueza, sempre surge a força Fazendo-o guerreiro. Ser de incalculável sabedoria, Pois “o valor da sabedoria é melhor que o de rubis.” É… Esse é o valor de ser educador.

(Desconhecido)

“Todo professor é um empreiteiro do amanhã. Deve ser sempre um intermediário entre a curiosidade e a resposta, um propositor de enigmas, criador de desafios, mensageiro de progresso, treinador de esperanças.”

(Celso Antunes)