Início

Escolinha de Futebol – Espinilho

Deixe um comentário

SAM_4039 SAM_4040Em 2012, o professor Paulo Roberto Binello Brizolla, iniciou as atividades da escolinha de futebol na linha espinilho. O objetivo desse projeto foi oportunizar as atividades com essa modalidade para os alunos que não tinham condições de se deslocar para São Pedro das Missões para participarem das atividades da escolinha nos horários previstos. Na foto em destaque, os alunos demonstram juntamente com o professor Paulo Roberto o novo uniforme da equipe.

Anúncios

Paródia baseada na canção do exilio de Gonçalves Dias

Deixe um comentário

Viviana - 8ª série - Escola Inspetor João Ferraz

Viviana – 8ª série – Escola Inspetor João Ferraz

 

“Minha escola

Minha escola é colorida

Onde todos são unidos

Professores e alunos

São todos divertidos.

 

Nossos professores tem mais sabedoria

Nas aulas tem mais alegria

Nossos amigos tem mais harmonia

Nossa vida é mais divertida.

 

Minha escola é colorida

Onde as pessoas se encontram lá

Em pensar sozinha a noite

Mais amigos encontro lá.

 

Não permita Deus que

Eu saia da escola

Antes de me formar, pois

Sem os professores e colegas

Não consigo chegar lá.”

Feira do Livro em Palmeira das Missões

Deixe um comentário

No dia 07 de novembro, os alunos da escola Inspetor João Ferraz fizeram uma visita a feira do livro realizada em Palmeira das Missões. Essa atitude demonstra uma grande importância para os alunos em participarem da feira, conhecendo outros ambientes referentes à educação. Os alunos conheceram alguns escritores que estiveram presentes, dentre eles Rovana Chaves de Palmeira das Missões e Uili Bergamin de Bento Gonçalves, colunista em jornais e revistas de circulação em Caxias do Sul e região.

Bergamin afirma que adquiriu o gosto pela leitura desde cedo, mesmo não tendo condições para comprar livros. Sendo de uma classe social desfavorecida, não deixou de adquirir o gosto pela leitura, praticando-a de diversas formas, assim como o gosto pela escrita. Outro escritor presente no evento foi Kalunga, que também é poeta, contista, animador cultural, compositor, oficineiro e palestrante. Possui 18 livros publicados para o público infantil e infanto-juvenil. Gravou três CDs para o público infantil e teve muitos dos seus livros adaptados para o teatro. Várias das suas poesias constam de coletâneas para alunos das séries iniciais.

A direção da escola parabeniza a professora Josiane Grolli, pela iniciativa de organizar as turmas e levá-las ao evento.


Escola Ulmerindo Machado também visita a feira do livro

Alunos com o personagem da turma do nosso amiguinho, na feira do livro em Palmeira das Missões.

Alunos com o personagem da turma do nosso amiguinho, na feira do livro em Palmeira das Missões.

Professoras e alunos da escola Ulmerindo Machado conferindo as obras da feira.

Professoras e alunos da escola Ulmerindo Machado conferindo as obras da feira.

Horta Mandala – Escola Inspetor João Ferraz

Deixe um comentário

Iniciativa da professora Adriana Binello e assistência social, realizada no final de setembro na Escola Inspetor João Ferraz. Colaboração de professores, alunos e da professora Marta Siqueira.

Horta Mandala 1 Horta Mandala 2 Horta Mandala 3 Horta Mandala 4 Horta Mandala 5

Escola Inspetor João Ferraz realiza atividades internas na Semana Farroupilha (2013)

Deixe um comentário

Na Semana Farroupilha, a Escola Inspetor João Ferraz também realizou uma atividade interna em comemoração ao Dia do Gaúcho. Foram realizadas a construção da barraca, que no dia foi utilizada para ser feito o arroz de carreteiro, além da apresentação de dança das meninas da 7ª e 8ª série. Também foram realizadas algumas atividades comandadas pelo professor Lauderi e demais professores, além da ideia dos próprios alunos em organizar outras atividades recreativas.

Mais curiosidades sobre a Cultura Gaúcha

Entre abril de 1948 e junho de 1954 foram criados 38 Centros de Tradições no Estado. Sempre em núcleos urbanos, como é a característica clara do tradicionalismo. Nenhuma região ficou imune a essa cruzada nativista. Os CTGs surgiram nas regiões coloniais de predominância de descendentes de alemães e italianos com a mesma intensidade como surgiram nas Missões, no Planalto, no Sul e na Fronteira Oeste. A demora de surgimento de CTGs no Litoral Norte é explicada pela baixa concentração urbana das cidades ali existentes, naquele período.

Dia da Criança na Escola Inspetor João Ferraz (2013)

Deixe um comentário

Dia da Criança 1No dia da criança, foram realizadas atividades variadas na escola Inspetor João Ferraz. Foram feitas rifas para conseguir arrecadar verba para os brinquedos e algodão doce. Agradecimento em especial a professora Nirlei Chaves que conseguiu o patrocínio das premiações, além dos demais professores e membros da comunidade escolar.

Síntese da História: “A Bolsa Amarela”

1 Comentário

O livro “A Bolsa Amarela” de Ligia Bojunga relata a história de uma menina chamada Raquel que ainda criança tinha três vontades- queria ter nascido menino  queria ser gente grande (adulto)  de ser escritora. Pois tinha seus motivos para lutar por suas vontades, por que ela não se dava bem com os seus familiares não era amiga dos três irmãos e nem de seus pais. Pois tudo que ela fazia eles a criticavam e Raquel pensava que se fosse gente grande, todos iam compreendê-la.

Ela queria  ter nascido garoto por que achava que ser garoto tinha mais liberdade, que poderia fazer ou brincar de tudo que quisesse (com por exemplo empinar pipa). Ela queria ser escritora, por que na ausência de alguém para conversar ela inventava personagens e escrevia para eles. Gostava muito do que fazia, escrevia muitos romances, mas se seus irmãos lessem contavam pra todo mundo e todos zombavam dela.

Um dia ela escreveu um romance, que falava de um galo que tinha fugido do galinheiro, por que o seu dono e todas as galinhas de lá eram muito chatas, seu irmão achou sua historia, riu muito e zombou dela.

A menina tinha uma tia chamada Brunilda, que era muito rica, comprava muitas roupas que via e rapidamente as doava juntamente com outras coisas para a família de Raquel.

Um certo dia a irmã dela chegou em casa com uma sacola cheia de roupas, todos pegavam as peças de roupas e quando chegou  a vez de Raquel, só tinha sobrado uma bolsa amarela.

No dia seguinte a menina se acordou com o cantar do galo, se assustou, e olhou dentro da bolsa amarela e tinha um galo lá dentro. O galo do romance que fugiu do galinheiro.

O galo ficou morando na bolsa, para se esconder de seu dono  que estava a sua procura, o nome do galo era Afonso, e para ele não ficar sozinho Raquel também guardou dentro da bolsa um guarda chuva quebrado, um alfinete de fralda de bebê,  juntou tudo isso e guardou bem no fundo da bolsa  para ninguém descobrir. Raquel viveu várias aventuras com seu amigo galo.

No fim da historia, Raquel entendeu que ser garota era tão bacana quanto ser  garoto, e também começou a curtir a vida de criança. Porem, não desistiu de sua vontade de ser escritora e lutou até o fim.

Alunas: Luciana Signori e Tuane Binello – 8ª série Escola Inspetor João Ferraz

DSCN3098

Older Entries