Início

Paródia baseada na canção do exilio de Gonçalves Dias

Deixe um comentário

Viviana - 8ª série - Escola Inspetor João Ferraz

Viviana – 8ª série – Escola Inspetor João Ferraz

 

“Minha escola

Minha escola é colorida

Onde todos são unidos

Professores e alunos

São todos divertidos.

 

Nossos professores tem mais sabedoria

Nas aulas tem mais alegria

Nossos amigos tem mais harmonia

Nossa vida é mais divertida.

 

Minha escola é colorida

Onde as pessoas se encontram lá

Em pensar sozinha a noite

Mais amigos encontro lá.

 

Não permita Deus que

Eu saia da escola

Antes de me formar, pois

Sem os professores e colegas

Não consigo chegar lá.”

Anúncios

Síntese da História: “A Bolsa Amarela”

1 Comentário

O livro “A Bolsa Amarela” de Ligia Bojunga relata a história de uma menina chamada Raquel que ainda criança tinha três vontades- queria ter nascido menino  queria ser gente grande (adulto)  de ser escritora. Pois tinha seus motivos para lutar por suas vontades, por que ela não se dava bem com os seus familiares não era amiga dos três irmãos e nem de seus pais. Pois tudo que ela fazia eles a criticavam e Raquel pensava que se fosse gente grande, todos iam compreendê-la.

Ela queria  ter nascido garoto por que achava que ser garoto tinha mais liberdade, que poderia fazer ou brincar de tudo que quisesse (com por exemplo empinar pipa). Ela queria ser escritora, por que na ausência de alguém para conversar ela inventava personagens e escrevia para eles. Gostava muito do que fazia, escrevia muitos romances, mas se seus irmãos lessem contavam pra todo mundo e todos zombavam dela.

Um dia ela escreveu um romance, que falava de um galo que tinha fugido do galinheiro, por que o seu dono e todas as galinhas de lá eram muito chatas, seu irmão achou sua historia, riu muito e zombou dela.

A menina tinha uma tia chamada Brunilda, que era muito rica, comprava muitas roupas que via e rapidamente as doava juntamente com outras coisas para a família de Raquel.

Um certo dia a irmã dela chegou em casa com uma sacola cheia de roupas, todos pegavam as peças de roupas e quando chegou  a vez de Raquel, só tinha sobrado uma bolsa amarela.

No dia seguinte a menina se acordou com o cantar do galo, se assustou, e olhou dentro da bolsa amarela e tinha um galo lá dentro. O galo do romance que fugiu do galinheiro.

O galo ficou morando na bolsa, para se esconder de seu dono  que estava a sua procura, o nome do galo era Afonso, e para ele não ficar sozinho Raquel também guardou dentro da bolsa um guarda chuva quebrado, um alfinete de fralda de bebê,  juntou tudo isso e guardou bem no fundo da bolsa  para ninguém descobrir. Raquel viveu várias aventuras com seu amigo galo.

No fim da historia, Raquel entendeu que ser garota era tão bacana quanto ser  garoto, e também começou a curtir a vida de criança. Porem, não desistiu de sua vontade de ser escritora e lutou até o fim.

Alunas: Luciana Signori e Tuane Binello – 8ª série Escola Inspetor João Ferraz

DSCN3098

Dia da Bandeira (2011)

Deixe um comentário

No dia 19 de novembro, comemoramos o Dia da Bandeira. Ela representa a Pátria. Nossa bandeira foi criada no dia 19 de novembro de 1889. Devemos amar a respeitar a Bandeira Nacional pois ela representa o nosso país. Abaixo, o poema trabalhado com os alunos do 2º ano pela professora Ivone Moraes:

O verde da nossa bandeira
Nossas matas representa
Com seus rios lagos e cachoeiras
Essa é a Pátria brasileira.

O amarelo da nossa bandeira
São nossas riquezas minerais,
As pedras preciosas e o ouro
São o nosso maior tesouro.

O azul da nossa bandeira
Esse azul da cor do anil
Representa o céu maravilhoso
Do nosso querido Brasil

O branco da nossa bandeira
Representa sem igual
Paz a todos os brasileiros
E ao mundo em geral.

Salve a bandeira!

Trabalho de colagem de EVA feito pela aluna Lauren Victória de Oliveira Stumm - 2º ano, Escola Ulmerindo Machado -  Professora Ivone Moraes.

Trabalho de colagem de EVA feito pela aluna Lauren Victória de Oliveira Stumm – 2º ano, Escola Ulmerindo Machado – Professora Ivone Moraes.

Aluna vencedora do desafio da edição 6 do informativo

Deixe um comentário

MarquieliA foto em destaque mostra a aluna Marquiéli Oliveira Marin, da 8ª série da Escola Inspetor João Ferraz, que venceu o desafio da charada da edição anterior, com a  melhor produção textual/poema, relacionada à resposta da charada. Este desafio foi proporcionado aos alunos que quisessem participar como forma de integração maior dos mesmos com o informativo (Vide edição 6). Participe nesta edição do próximo desafio. Confira a nova charada na contracapa desta edição.

 

* O objetivo era que os alunos adivinhassem a resposta da charada. Os alunos que acertaram acabaram por escrever uma poema relacionado a palavra correspondente à resposta do enigma.

 

Enigma da edição anterior:

1) Seis mortos espichados,
    Cinco vivos passeando;
    Os vivos não dizem nada,
    Os mortos estão falando.

Resposta: Violão

*Posteriormente foi feito uma seleção do melhor poema criado, o qual está destacado abaixo:

 

Poema escrito pela aluna Marquiéli:

Meu violão

Meu violão, meu amigo confidente
Quando te toco, meus lábios
sentem vontade de cantar e em
suas cordas um lindo som tocar.

Suas cordas escondem segredos
Que nem mesmo meus dedos podem revelar
Até mesmo desafinado, com belos versos rimados
Meu coração pode alegrar.

Trabalhando com as Histórias em Quadrinhos

Deixe um comentário

No período de 03 de setembro a 05 de setembro de 2011, a professora Marli Rodrigues Bones coordenou o trabalho de confecção de história em quadrinhos com o tema: “Viagem ao Mundo da Imaginação”, realizado pelos alunos da Escola Ulmerindo Machado. Os educandos que participaram deste projeto foram Douglas, Gabriela, Guilherme, Jadson, Kerouli Vitoria, Lauana e William. O objetivo foi instigar o educando à produção textual com criatividade e fantasia, proporcionando ao mesmo o prazer pela criação e leitura de histórias.

Vencedores da Gincana Cultural (2011)

Deixe um comentário

Melhor Poesia

Planeta Vivo

Parem de bulir a terra deixem o planeta em paz.
Salve, salve a natureza e o reino dos animais.

Eu sou mico-leão da natureza o mais bunitão, mas estou em extinção
Amigo qual é? Furar a barriga de jacaré e é nesta canção que eu aproveito para abrir meu coração.

Parem de bulir a terra deixem o planeta em paz.
Salve, salve a natureza e o reino dos animais.

Eu sou que sou baleia azul, chegando lá do Antarctico, eu sou o mais rápido e maior mamífero da terra, eu vou pelo mar azul e dou meu espetáculo, mas nem tudo está azul, querem destruir meu cenário.

Parem de bulir a terra deixem o planeta em paz.
Salve, salve a natureza e o reino dos animais.

Noturna e solitária, ágil e feroz na caçada
Eu sou a famosa onça pintada, embora perigosa e esganada, exijo ser respeitada. A minha pele é bem cobiçada e o homem a faz cada vez mais cara.

Parem de bulir a terra deixem o planeta em paz.
Salve, salve a natureza e o reino dos animais.

Não sou bicho da seda
Nem sou bicho papão
Mas sei que em todos os bichos bate um coração
Eu sou gente criança e peço alegremente com toda humildade

Parem de bulir a terra deixem o planeta em paz.
Salve, salve a natureza e o reino dos animais.

Terra: Planeta Vivo
É importante que o homem respeite o ambiente onde vive.
O planeta terra não seria o mesmo sem a presença de todos os seres vivos.

Equipe 1
Coordenadora: Larissa Rosseto
Nome da Equipe: Recicláveis

Grito de Guerra vencedor:

“Gaviões chegaram para vencer e ajudar o planeta a crescer e se tiver algum problema a resolver.”

Equipe 2
Coordenador: Evandro Rochemback
Nome da Equipe: Gaviões

Modelo de Vestido de Prenda Destaque

Equipe 3
Coordenadora: Daniela Ferrari Vezaro
Nome da Equipe: Imortais

Textos sobre o Natal (2010)

Deixe um comentário

O Final do Ano Chegou…

 

queila“Esse ano foi um sucesso. Eu aprendi muitas coisas boas que eu vou levar para o resto da minha vida. Neste ano consegui ver as coisas boas que as pessoas tinham em seu coração. As professoras da minha escola sempre são amigas da gente, elas aconselham, ensinam e também aprendem com a gente. O final de ano está ai e eu gosto muito porque a gente pode festejar. Mas não é só festejar, nós devemos ajudar as pessoas também, devemos ser humildes e educados com todos. Assim podemos começar a festejar e recomeçar o ano novo com muito entusiasmo e amor como nós fizemos no ano passado..”.

Queila Mara Soares Brizolla – 10 anos
4ª série
Escola Inspetor João Ferraz

 

Natal: Tempo de Harmonia

 

gabi“Todos sabem que o natal é tempo de se reunir em família para festejarmos. Nós costumamos fazer esta festa porque é o nascimento de Cristo que deu sua vida por nós, mas nem todos têm o mesmo pensamento, para alguns o Natal é só ganhar presentes, preparar a melhor ceia e enfeitar todas as suas casas. E são poucos os que sabem o real sentido do Natal, que é a festa do nascimento de Cristo. Por isso, vamos se preparar para o natal fazendo boas ações e fazendo orações. Feliz Natal para todos.”

Gabrieli Aparecida de Oliveira Cara Vian – 10 anos
4ª série
Escola Inspetor João Ferraz

Older Entries