Início

Frases de Reflexão XI

Deixe um comentário

Nesta seção, destacamos as frases de vários escritores, sábios, filósofos entre outros, utilizadas nas edições do Informativo “Esfera do Aprendiz” publicadas atualmente. Utilize essas frases como uma forma de reflexão e autoconhecimento e não apenas como um emaranhado de palavras a serem lidas com vazio moral. Bom proveito!


“As pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo.”

(Epicuro)

“Uma vida não questionada não merece ser vivida.” (Platão)

“Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio” (Hipócrates)

“Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.” (Sócrates)

“Ajuda o teu semelhante a levantar a carga, mas não a levá-la.” (Pitagoras)

“Perceba as qualidades positivas e negativas de tudo, distinguindo entre ganho e perda nas questões mundanas.” (Miyamoto Musashi)

“Os seres são donos de suas ações, herdeiros de suas ações. Eles se originam de suas ações, estão atados as suas ações, tem suas ações como seu refúgio. É a ação que distingue seres inferiores e superiores.” (Buda)

“Cada pensamento, cada palavra e cada ação têm seu reflexo, sua ressonância e sua reação. É um sinal de fraqueza culpar os outros por seus problemas. Você deve suportar as conseqüências das suas próprias ações.” (Sathya Sai Baba)

“Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre.” (Paulo Freire)

“Só tem o direito de criticar aquele que pretende ajudar.” (Abraham Lincoln)

“Antes de começar a criticar os defeitos dos outros, enumere ao menos dez dos teus.” (Abraham Lincoln)

“Não existe vento favoravel à quem não sabe onde deseja ir.” (Schopenhauer)

“Não é demonstração de saúde ser bem ajustado a uma sociedade profundamente doente.” (Jiddu Krishnamurti)

Anúncios

Para Refletir

Deixe um comentário

Sete Passos para o Controle do Ego

Deixe um comentário

SETE PASSOS PARA O CONTROLE DO EGO

1. Pare de se sentir ofendido.

O comportamento de outras pessoas não é motivo para se sentir imobilizado.
Existe a ofensa apenas quando você se enfraquece.
Se procurar por situações que o aborreça, as encontrará em cada esquina.
É o ego no controle convencendo você que o mundo não deveria ser do jeito que é.
Mas é possível tornar-se um observador da vida e alinhar-se com o Espírito da Criação universal.
Não se alcança o poder da intenção sentindo-se ofendido.

Procure erradicar, de todas as formas possíveis, os horrores do mundo que emanam da identificação maciça do ego, e esteja em paz.
A paz está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz.
O Ser está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz.
Ficar ofendido cria o mesmo tipo de energia destrutiva que a princípio o feriu, e leva a agressão, ao contra-ataque e a guerra.

2. Abandone o querer vencer.

O ego adora nos dividir entre ganhadores e perdedores.
A busca pela vitória é a forma infalível de evitar o contato consciente com a intenção.
Por quê? Porque basicamente é impossível vencer sempre.
Algumas pessoas serão mais rápidas, mais sortudas, mais jovens, mais fortes e mais espertas que você e acabará se sentindo insignificante e sem valor diante delas.

Você não se resume as suas conquistas e vitórias.
Uma coisa é gostar de competir e se divertir num mundo onde vencer é tudo, mas não precisa ser assim em seus pensamentos.
Não há perdedores num mundo onde todos compartilham da mesma fonte de energia.
Só se pode afirmar que, em determinado dia, sua atuação esteve num certo nível comparada a outras.
Mas cada dia é diferente, com outros competidores e novas situações a serem consideradas.
Você continua sendo a infinita presença num corpo que está a cada dia ou a cada década, mais velho.

3. Abandone o querer estar certo.

O ego é a raiz de muitos conflitos e desavenças porque o impulsiona julgar as pessoas como erradas.
Quando a pessoa é hostil, houve uma desconexão com o poder da intenção.
O Espírito de Criação é generoso, amoroso e receptivo; e livre de raiva, ressentimento ou amargura.
Cessar a necessidade de ter razão nas discussões e nos relacionamentos é como dizer ao ego:
“Não sou seu escravo. Quero me tornar generoso. Quero rejeitar a necessidade de ter razão.

Dê a oportunidade de se sentir bem dizendo a outra pessoa que ela está certa e agradeça-a por lhe direcionar ao caminho da verdade”.
Ao deixar de querer ter razão, você fortalece a conexão com o poder da intenção.
Mas fique atento, pois o ego é um combatente determinado.

Tenho visto pessoas terminarem lindos relacionamentos por apego a necessidade de estarem certas.
Preste atenção à vontade controlada pelo ego.
Quando estiver no meio de uma discussão, pergunte a si mesmo; “Quero estar certo ou ser feliz?”
Ao optar por ser feliz, amoroso e predisposto espiritualmente, a conexão com a intenção se fortalecerá.
Esses momentos expandem novas conexões com o poder da intenção.

A Fonte universal começará a colaborar com você para uma vida criativa ao qual foi predestinado a viver.

4. Abandone o querer ser superior.

A verdadeira nobreza não é uma questão de ser melhor que os outros.
É uma questão de ser melhor ao que você era.
Concentre-se em seu crescimento, consciente de que ninguém neste planeta é melhor que ninguém.
Todos nós emanamos da mesma força de vida criadora.

Todos temos a missão de realizar nossa pretendida essência, tudo que precisamos para cumprir nosso destino está ao nosso alcance.
Mas nada é possível quando nos sentimos superiores aos outros.
É um velho ditado e, todavia, verdadeiro: somos todos iguais aos olhos de Deus.

Abandone a necessidade de sentir-se superior, perceba a expansão de Deus em cada um.
Não julgue as pessoas pelas aparências, conquistas, posses e outros índices do ego.
Ao projetar sentimentos de superioridade retorna a você sentimentos de ressentimentos e até hostilidade.
Esses sentimentos são veículos que os levam para longe da intenção.
A distinção sempre leva a comparações.

Baseia-se na falta vista no outro, e se mantém pela procura e ostentação das falhas percebidas.

5. Deixe de querer ter mais.

O mantra do ego é “mais”.
Ele nunca está satisfeito.
Não importa o quanto conquistou ou conseguiu, o ego insiste que ainda não é o suficiente.
Ele põe você num estado perpétuo de busca e elimina a possibilidade de chegada.

Na realidade, você já está lá e a forma que opta para usar esse momento presente da vida é uma escolha.
Ao cessar essa necessidade por mais, as coisas que mais deseja começam a chegar até você.
Sem o apego da posse, fica mais fácil compartilhar com os outros.
Você percebe o pouco que precisa para estar satisfeito e em paz.
A Fonte universal é feliz nela mesma, expande-se e cria vida nova constantemente.

Nunca obstrui suas criações por razões egoístas.
Cria e deixa ir.
Ao cessar a necessidade do ego de ter mais, você se unifica com a Fonte.
Como um apreciador de tudo que aparece, aprende a lição poderosa de São Francisco de Assis:
“É dando que se recebe”.
Ao permitir que a abundância lhe banhe, você se alinha com a Fonte e deixa essa energia fluir.

6. Abandone a idéia de você baseado em seus feitos.

É um conceito difícil quando se acredita que a pessoa é o que ela realiza.
Deus compõe todas as músicas.
Deus constrói todos os prédios.

Deus é a fonte de todas as realizações.
Posso ouvir os egos protestando em alto e bom som.
Mas, vá se afinizando com essa idéia.
Tudo emana da Fonte!
Você e a Fonte são um só! Você não é esse corpo ou os seus feitos.

Você é um observador.
Veja tudo ao seu redor e seja grato pelas habilidades acumuladas.
Todo crédito pertence ao poder da intenção, o qual lhe fez existir e do qual você é uma parte materializada.
Quanto menos atribuir a si mesmo suas realizações, mais conectado estará com as sete faces da intenção, mais livre será para realizar e muito aparecerá em seu caminho.
Quando nos apegamos às realizações e acreditamos que as conseguimos sozinhos abandonamos a paz e a gratidão à Fonte.

7. Deixe sua reputação de lado.

Sua reputação não está localizada em você.
Ela reside na mente dos outros.
Você não tem controle algum sobre isso.
Ao falar para 30 pessoas, terá 30 imagens.
Conectar-se com a intenção significa ouvir o coração e direcionar sua vida baseado no que a voz interior lhe diz.
Esse é o seu propósito aqui.

Ao preocupar-se demasiadamente em como está sendo visto pelos outros, mostra que seu Ser está desconectado com a intenção e está sendo guiando pelas opiniões alheias.
É o seu ego no controle.

É uma ilusão que se levanta entre você e o poder da intenção.
Não há nada a fazer, a não ser que você se desconecte da fonte de poder convencido de que seu propósito é provar o quão poderoso e superior é, desperdiçando sua energia na tentativa de obter uma reputação maior entre outros egos.
Faça o que fizer, guie-se sempre pela voz interior conectada e seja grato à Fonte.

Atenha-se ao propósito, desapegue-se dos resultados e assuma a responsabilidade do que reside dentro de você: seu caráter.
Deixe os outros discutirem sobre a sua reputação, isso não interessa.

© 2008 Direitos Autorais Dr. Wayne W Dyer

http://www.luzdegaia.org/aajuda/itextos/sete_ego.htm

Mensagem de Reflexão da Escola Ulmerindo Machado em 2011

Deixe um comentário

Estou aqui, à sua espera
Pra você me ensinar a ser feliz…
Cuide de mim…pois no futuro eu serei aquilo que você me diz!
Te querendo exatamente da maneira que me quis
Não esqueça que eu sou seu aprendiz…

Pensa com a cabeça, usa a inteligência e coração
Olha do seu lado: tanta gente teve tudo e acabou na solidão…
Cuida da semente, você vai colher aquilo que plantou…
Trata bem da gente, pois será tratado da maneira que ensinou…

Não esqueça que o tempo passa…não esqueça que já foi criança…
Que depende de você a beleza que esse mundo poder ter…
Não esqueça que o tempo passa…não esqueça que já foi criança…
Se você cuidar de mim, se você me der amor…amor vai receber!

Não se esqueça que entre nós um menino já nasceu…
Dois mil anos e ninguém seu nome esqueceu
E o que ele ensinou já é tempo de aprender:
Se você der amor…só amor vai receber!

Estou aqui, à sua espera
Pra você me ensinar a ser feliz…
Cuide de mim…pois no futuro eu serei aquilo que você me diz!
Te querendo exatamente da maneira que me quis
Não esqueça que eu sou seu aprendiz…

Não esqueça que o tempo passa…não esqueça que já foi criança…
Que depende de você a beleza que esse mundo poder ter…
Não esqueça que o tempo passa…não esqueça que já foi criança…
Se você cuidar de mim, se você me der amor…amor vai receber!

Contribuição da professora Amenaide Moura Azeredo e os alunos do 4º ano da Escola Ulmerindo Machado.

Um conto Zen, para refletirmos

Deixe um comentário

O Velho Samurai

Nos arredores de Tóquio, vivia um grande Samurai,
de idade avançada, que tinha uma grande paixão por ensinar
o zen-budismo aos mais  jovens.

Corria a lenda, que apesar da sua idade, ainda era
capaz de derrotar qualquer adversário…
Certo  dia,  apareceu  um  Samurai  jovem  e  sem
escrúpulos.  Famoso  por  utilizar  a  técnica  da  provocação,
esperava que o  adversário  reagisse  e,  com uma  fantástica
habilidade  física,  contra-atacava  com  uma  velocidade mortal.

O jovem Guerreiro era impaciente e jamais havia
perdido uma luta. Já conhecia a reputação do Velho samurai,
e estava ali para derrotá-lo e aumentar sua  fama. O Jovem  fez
o  Desafio  e  o  alvoroço  foi  total:  todos  os  discípulos
manifestaram-se  contra  a  ideia,  mas  contra  todas  as
expectativas o Velho aceitou o desafio.

Foram  todos  para  o  centro  da  Vila  e  o  Jovem
começou a  insultar vigorosamente o Velho Mestre. atirou-
lhe  pedras,  cuspiu-lhe  a  cara,  enquanto  gritava  todos  os
insultos  possíveis  e  imaginários,  ofendendo  atés  os  seus ancestrais.

Durante horas fez tudo para provocar, mas o Velho
permaneceu  imóvel e sereno. No  final da  tarde, exausto e
humilhado, o  jovem guerreiro  retirou-se…

Os  alunos  rapidamente  acudiram  ao  Mestre,
Desapontados  por  este  permanecer  calado  e  sem  reação
tantos  insultos e provocações, perguntaram:   Mestre pode
suportar  tamanha  indignidade? Porque não  fez uso da sua
espada,  poderia  até  perder  a  luta,  mas  escolheu  mostrar
covardia perante  todos?

Serenamente o Velho Mestre Replicou:   “Diz-me:
Se alguém chega até ti com um presente, e não o aceitas, a
quem pertence o presente?”   perguntou    “A quem  tentou
entregá-lo”   respondeu um dos discípulos.

“Então, o mesmo vale para a inveja, para a raiva, e
os  insultos”  disse o Mestre.
“Quando não são aceitos, continuam a pertencer a
quem os carrega consigo…”

Frases de Reflexão IV

Deixe um comentário

Nesta seção, destacamos as frases de vários escritores, sábios, filósofos entre outros, utilizadas nas edições do Informativo “Esfera do Aprendiz” publicadas atualmente. Utilize essas frases como uma forma de reflexão e autoconhecimento e não apenas como um emaranhado de palavras a serem lidas com vazio moral. Bom proveito!

“A arte de escutar é como uma luz que dissipa a escuridão da ignorância.” (Dalai Lama)

“Ninguém pode fazer com que você se sinta inferior sem o seu consentimento”. (Eleanor Roosevelt)

“A pessoa que diz mentiras a respeito dos outros é tão perigosa quanto uma espada ou uma flecha afiada”. (Desconhecido)

“O que se faz agora com as crianças é o que elas farão depois com a sociedade”. (Karl Mannheim)

“As únicas pessoas que nunca fracassam são as que nunca tentam”. (Anônimo)

“Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo.” (Desconhecido)

“Cada fracasso ensina ao homem algo que ele precisava aprender.” (Charles Dickens)

“Como faço uma escultura? Simplesmente retiro do bloco tudo o que não é necessário.” (Michelangelo)

“A estratégia sem tática é o caminho mais lento para a vitória. Tática sem estratégia é o ruído antes da derrota. “ (Sun Tzu)

“Não importa que você vá devagar, contanto que você não pare.” (Confúcio)

“O rio atinge os seus objetivos porque aprendeu a contornar os obstáculos.” (André Luis)

“Experiência não é o que acontece com um homem; é o que um homem faz com o que lhe acontece.” (Aldous Huxley)

“O maior erro que você pode cometer na vida é o de ficar o tempo todo com medo de cometer algum.” (Desconhecido)

“Se deixássemos as crianças crescerem como são, teríamos somente gênios.” (Johann Goethe)

“A preguiça anda tão devagar que a pobreza facilmente a alcança.” (Confúcio)

“O maior erro é a pressa antes do tempo e a lentidão ante a oportunidade.” (Provérbio Árabe)

“Veja as qualidades e elogie; os defeitos logo desaparecerão.” (Anônimo)

“Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.” (William Shakespeare)

Texto para Reflexão V

Deixe um comentário

Ecos da Vida

Paulinho e seu pai caminhavam por uma montanha. De repente, Paulinho caiu, machucou-se e gritou: “Aii!!!” Para surpresa dele, escuta sua voz se repetir em algum lugar da montanha…aii!!! Curioso, Paulinho perguntou:
    – Quem é você?
    E recebeu uma resposta:
    – Quem é você?
    Contrariado, gritou:
    – Seu covarde!
    E escutou como resposta:
    – Seu covarde!
    Então o pai gritou em direção à montanha:
    – Eu admiro você!
    A voz respondeu:
    – Eu admiro você!
    De novo o pai gritou:
    – Você é um campeão!
    E a voz respondeu:
    – Você é um campeão!
    O menino, furioso, olhou para o pai e perguntou:
    – O que é isso?
    O pai sorriu e disse:
    – Meu filho, preste atenção. As pessoas chamam isso de eco, mas, na verdade, é a vida. A vida lhe dá de volta tudo o que você diz, tudo que você faz, tudo o que você deseja de bem e mal aos outros. A vida lhe devolverá tudo de bom ou ruim que você fizer para os outros ou desejar-lhes. Nossa vida é simplesmente um reflexo das nossas ações. Se você quer mais amor, compreensão, sucesso, harmonia, felicidade, tenha mais amor, harmonia e compreensão no seu coração e deseje tudo de bom aos outros. Se agir assim, a vida lhe dará felicidade, sucesso, o amor e a admiração das pessoas que cercam você.

Older Entries