Início

Projeto de Formação de Animadores em Educação no Campo para a Erradicação da Pobreza (2013)

Deixe um comentário

educacao campo

O Projeto de Formação de Animadores em Educação no Campo para a Erradicação da Pobreza, realizado em parceria com o Governo do Estado, através da Escola de Governo, Universidade Regional Integrada- URI e o Município de São Pedro das Missões RS.

Há um ano os alunos do Curso realizaram atividades para adquirir conhecimento de novas técnicas de produção orgânica de alimentos visando à geração de renda da Agricultura Familiar.

Sabendo que a etapa percorrida é apenas um passo em direção aos objetivos propostos e que muito teremos que andar para amenizar ou até erradicar a pobreza em nosso Município. A experiência realizada através do curso mostrou-nos que em pequenos espaços físicos é possível produzir uma infinidade de alimentos e produtos de qualidade que garanta uma alimentação saudável a população.

Na noite de quinta-feira, 03 de outubro de 2013, foi realizada a Formatura do primeiro grupo do curso, composto por 30 alunos de nosso município, onde foram expostos os trabalhos realizados durante o curso.

O evento contou com a participação dos representantes do FDRH, URI, Prefeito Municipal, Membros da Secretaria Municipal de Educação, alunos, professores e familiares.

 

Horta em forma de mandala, cultivada na Escola José Bonifácio pelos alunos do curso.

Horta em forma de mandala, cultivada na Escola José Bonifácio pelos alunos do curso.

Secretaria Municipal de Educação

Anúncios

Escolinha de Futebol – Espinilho

Deixe um comentário

SAM_4039 SAM_4040Em 2012, o professor Paulo Roberto Binello Brizolla, iniciou as atividades da escolinha de futebol na linha espinilho. O objetivo desse projeto foi oportunizar as atividades com essa modalidade para os alunos que não tinham condições de se deslocar para São Pedro das Missões para participarem das atividades da escolinha nos horários previstos. Na foto em destaque, os alunos demonstram juntamente com o professor Paulo Roberto o novo uniforme da equipe.

Feira do Livro em Palmeira das Missões

Deixe um comentário

No dia 07 de novembro, os alunos da escola Inspetor João Ferraz fizeram uma visita a feira do livro realizada em Palmeira das Missões. Essa atitude demonstra uma grande importância para os alunos em participarem da feira, conhecendo outros ambientes referentes à educação. Os alunos conheceram alguns escritores que estiveram presentes, dentre eles Rovana Chaves de Palmeira das Missões e Uili Bergamin de Bento Gonçalves, colunista em jornais e revistas de circulação em Caxias do Sul e região.

Bergamin afirma que adquiriu o gosto pela leitura desde cedo, mesmo não tendo condições para comprar livros. Sendo de uma classe social desfavorecida, não deixou de adquirir o gosto pela leitura, praticando-a de diversas formas, assim como o gosto pela escrita. Outro escritor presente no evento foi Kalunga, que também é poeta, contista, animador cultural, compositor, oficineiro e palestrante. Possui 18 livros publicados para o público infantil e infanto-juvenil. Gravou três CDs para o público infantil e teve muitos dos seus livros adaptados para o teatro. Várias das suas poesias constam de coletâneas para alunos das séries iniciais.

A direção da escola parabeniza a professora Josiane Grolli, pela iniciativa de organizar as turmas e levá-las ao evento.


Escola Ulmerindo Machado também visita a feira do livro

Alunos com o personagem da turma do nosso amiguinho, na feira do livro em Palmeira das Missões.

Alunos com o personagem da turma do nosso amiguinho, na feira do livro em Palmeira das Missões.

Professoras e alunos da escola Ulmerindo Machado conferindo as obras da feira.

Professoras e alunos da escola Ulmerindo Machado conferindo as obras da feira.

Homenagem aos Professores – Escola Ulmerindo Machado (2013)

Deixe um comentário

Educadoras recebendo o presente do Dia dos Professores. Um ótimo livro. Os professores devem estar em busca de conhecimento diariamente, e nada como um bom livro de Oliva Roani, para refletirem.

Educadoras recebendo o presente do Dia dos Professores. Um ótimo livro. Os professores devem estar em busca de conhecimento diariamente, e nada como um bom livro de Oliva Roani, para refletirem.

Construção de barco com a turma da pré-escola, para apresentação no dia dos professores.

Construção de barco com a turma da pré-escola, para apresentação no dia dos professores.

Jantar de comemoração das professoras da Escola Ulmerindo Machado, com relação ao Dia do Professor.

Jantar de comemoração das professoras da Escola Ulmerindo Machado, com relação ao Dia do Professor.

Conhecendo alguns fatos da história referente aos professores:

 

Leon Tolstoi, autor de “Guerra e Paz”, escreveu cartilhas de alfabetização para crianças e camponeses russos. Foi por causa de suas preocupações sociais que abriu, em 1859, uma escola em sua propriedade rural para os filhos dos servos. Além disso, produziu cartilhas de alfabetização que fizeram grande sucesso na Rússia.

Horta Mandala – Escola Inspetor João Ferraz

Deixe um comentário

Iniciativa da professora Adriana Binello e assistência social, realizada no final de setembro na Escola Inspetor João Ferraz. Colaboração de professores, alunos e da professora Marta Siqueira.

Horta Mandala 1 Horta Mandala 2 Horta Mandala 3 Horta Mandala 4 Horta Mandala 5

Atividades sobre o Meio Ambiente em 2013 – Escola Ulmerindo Machado

Deixe um comentário

Veja as atividades realizadas pela Escola Ulmerindo Machado

Alunos plantando mudas, na escola.

Alunos plantando mudas, na escola.

Passeio ecológico.

Passeio ecológico.

Trabalhando e colocando em prática a importância de cuidarmos o meio ambiente.

Trabalhando e colocando em prática a importância de cuidarmos o meio ambiente.

Escola Inspetor João Ferraz realiza atividades internas na Semana Farroupilha (2013)

Deixe um comentário

Na Semana Farroupilha, a Escola Inspetor João Ferraz também realizou uma atividade interna em comemoração ao Dia do Gaúcho. Foram realizadas a construção da barraca, que no dia foi utilizada para ser feito o arroz de carreteiro, além da apresentação de dança das meninas da 7ª e 8ª série. Também foram realizadas algumas atividades comandadas pelo professor Lauderi e demais professores, além da ideia dos próprios alunos em organizar outras atividades recreativas.

Mais curiosidades sobre a Cultura Gaúcha

Entre abril de 1948 e junho de 1954 foram criados 38 Centros de Tradições no Estado. Sempre em núcleos urbanos, como é a característica clara do tradicionalismo. Nenhuma região ficou imune a essa cruzada nativista. Os CTGs surgiram nas regiões coloniais de predominância de descendentes de alemães e italianos com a mesma intensidade como surgiram nas Missões, no Planalto, no Sul e na Fronteira Oeste. A demora de surgimento de CTGs no Litoral Norte é explicada pela baixa concentração urbana das cidades ali existentes, naquele período.

Older Entries